Início / Centro de recursos / Artigos / O impacto da montra decide 70% das compras

O impacto da montra decide 70% das compras


Actualmente, a montra apresenta-se como um factor decisivo para o sucesso das vendas. Esta tem como objectivo enumerar e abordar os diferentes domínios responsáveis pela exposição de produtos. 

É responsável directa por 70% a 80% das vendas e é por esta razão uma importante ferramenta de comunicação que deve ser usada adequadamente, pois a sua relação custo/benefício é dos mais atraentes.
 
Poder-se-á definir montra como vendedor silencioso, como cartão-de-visita das empresas e agente formador da imagem do espaço comercial. 

O Vitrinismo é uma actividade relativamente recente, emergente e pouco desenvolvida que consiste, essencialmente, na implementação de campanhas de publicidade, previamente definidas por equipas de Marketing, no ponto de venda.

A aposta na concepção de montras deverá ser cada vez maior, dado que, a forma directa como estas comunicam com o público pode ser o catalisador fundamental do cliente, tendo em consideração que da entrada na loja à concretização da compra o percurso é reduzido. 

A montra deve ser assumida como sendo mais um suporte publicitário para as marcas. 

O recurso aos serviços de Vitrinismo tem aumentado. As marcas sabem que o trabalho de Vitrinismo contribui para o acréscimo do volume de vendas das lojas e consequentemente para o crescimento das empresas.

A comunicação humana vai além do verbal, oral ou escrito, no mundo contemporâneo, o contacto visual impera nas relações humanas e é justamente o sentido da visão que é imediatamente accionado pelas montras. O olhar estabelece a comunicação entre montra/consumidor, ou a um nível hierárquico superior, entre comércio/consumidor. 

Entre os mais diversificados meios de divulgação, apresentação ou promoção de uma marca, a montra é aquela em que o objecto real fica mais próximo do potencial consumidor. 

A execução de uma montra é uma manifestação discursiva que não se restringe apenas à comunicação, abrange também uma construção textual de um mundo, no qual um produto passa a existir por se colocar em relação com os que o percebem. Assim, constrói-se uma encenação transmissora de significado, em que a montra é um espaço que significa e que se faz pelo seu peculiar modo de existência. 

Cristina Rodrigues
www.hibrandvisual.com





Contacte-nos

Lisboa

213 112 400

Porto

223 392 680

Coimbra

239 851 360