Início / Notícias / European Skills Council Commerce

European Skills Council Commerce

 

European Skills Council Commerce

 

 

O CECOA - na qualidade de centro de formação profissional da CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal e na qualidade de membro do Conselho Setorial para a Qualificação “Comércio e Marketing” – integra, desde 2014, o European Skills Council Commerce.

 

Este Conselho Europeu para as Qualificações do Comércio é uma iniciativa dos parceiros sociais europeus representativos do setor do comércio - a EUROCOMMERCE e a UNI Europa Commerce. Visa contribuir para o alcance dos objetivos da Estratégia Europa 2020 da União Europeia, nomeadamente em matéria de emprego, respondendo em concreto aos desafios lançados por uma das suas iniciativas emblemáticas “An Agenda for New Skills and Jobs – Equipping people with the right skills for employment”. Assim sendo, é objetivo central deste Conselho acompanhar e antecipar, ao nível europeu, as evoluções do setor, antecipando, tanto quanto possível, as necessidades em matéria de qualificações, competências e aptidões profissionais necessárias ao setor do comércio. Contribuindo, desta forma, para reduzir o défice de competências do setor, melhorando a correspondência entre as necessidades do setor em matéria de competências e as competências “produzidas” pelos sistemas de educação e formação profissional.

 

O Conselho mais do que ser um “centro de conhecimento do setor”, assume como sua missão promover a partilha de informação e boas práticas entre os seus membros, criando um verdadeiro “Skills Intelligence” para o Setor. Conta, até ao momento, com representações nacionais de Portugal, Espanha, Bélgica, França, Dinamarca e Holanda. Decorrem negociações como a Croácia, a República Checa, a Estónia e a Suécia.


O plano de atividades para 2014, prevê a produção de quatro relatórios em torno da dinâmica “conhecimento do setor, necessidades do setor, soluções para o setor e recomendações para o setor”. O primeiro relatório centra-se na situação do emprego no setor do comércio, incluindo previsões e tendências. Tem por objetivo apresentar uma imagem clara do setor do comércio nos últimos anos, com base nos dados disponibilizados pelo Eurostat, pelos membros do Conselho e pelas agências nacionais de estatística a que estes têm acesso. Uma das primeiras conclusões a que este relatório permite chegar é que - apesar de o tratamento dos dados presente na estruturação do relatório se subjugar à divisão clássica entre comércio a retalho e comércio por grosso - esta separação é cada vez mais difícil, considerando a tendência crescente para movimentos destes na cadeia de abastecimento: com retalhistas a produzir e a distribuir os seus próprios produtos e grossistas a efetuar uma aproximação aos clientes individuais e finais, especialmente com o desenvolvimento do e-commerce.

O segundo relatório foca-se numa análise da evolução das “Profissões” do setor do comércio e das competências associadas a cada profissão, visando compreender novas necessidades de competências para as “profissões atuais” e que novas profissões estão a surgir e a mudar o panorama do setor.


Oito profissões atuais consideradas representativas foram identificadas como foco de interesse para este relatório. Elas são: operador de armazém, gerente de loja, assistente de loja, operador de call center, técnico de logística, gerente de linha de caixa, empresário do retalho e vendedor especialista. O relatório tenta analisar como estas profissões estão a evoluir e que fatores estão a afetar essas mudanças, sendo que para efeitos de estruturação da informação se adotou a categorização preconizada pelo Grupo de Peritos sobre “Inovação no Setor do Retalho” da Comissão Europeia que evoca a existência de cinco grandes categorias de fatores de mudança: consumidor, económico, tecnológico, organizacional e regulamentar/legal.

A reunião técnica deste Conselho que decorreu no passado dia 16 de setembro discutiu estas e outras conclusões que serão apresentadas na conferência final que terá lugar no dia 21 de novembro 2014 em Bruxelas. Marque já na sua agenda! Mais algumas pistas para as novidades que estes 2 relatórios nos trazem são desvendadas na newsletter de setembro que traz ainda uma interessante entrevista à CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal sobre o seu trabalho em prol do setor bem como sobre o estudo em curso visando a elaboração de um  “Programa Estratégico de Formação para o Comércio e Serviços 2014-2020”.

 

Para acompanhar mais de perto as atividades deste Conselho, consulte http://www.europeancommerce.eu/eng/default.aspx ou subscreva a sua newsletter.

 

 





Contacte-nos

Lisboa

213 112 400

Porto

223 392 680

Coimbra

239 851 360