Início / Notícias / Alerta Especialista

Alerta Especialista

               

                       


Quem está à procura de emprego deve ter em atenção ao que coloca no Facebook, alerta Zita Cação, diretora de Recursos Humanos (RH) da Ansell-Portugal.

“Devem ter muita atenção ao que põem no Facebook”, aconselhou a especialista, admitindo recorrer à rede social, que já lhe permitiu, por exemplo, verificar que candidatos com formação de nível superior omitiram essa informação no processo de recrutamento.

A diretora de RH da fábrica de luvas para a indústria a funcionar em Vila Nova de Poiares, distrito de Coimbra, com 340 trabalhadores, falava numa entrevista concedida, a 13 de novembro, à turma do Curso de Técnico/a de Secretariado a decorrer na Delegação Centro do CECOA, no âmbito do módulo “Desenvolvimento Pessoal e Técnicas de Procura de Emprego”.

Zita Cação lança outro alerta, sobre a colocação da fotografia no currículo, que considera importante mas não determinante - terá de ser “o mais profissional possível”, porque as empresas procuram “pessoas inteligentes, que vistam a camisola, não que a dispam”.

O Curriculum Vitae “tem o seu peso e pode até ser determinante para o candidato ser ou não chamado” mas “dão muito mais valor à entrevista”, disse.

É na entrevista que o recrutador apura se a informação revelada pelo candidato corresponde efetivamente à que consta do currículo.

“Por que acha que o devemos recrutar a si e não aos outros” (candidatos) é uma das perguntas “chapa-cinco” da entrevista, na qual “é importante estar concentrado”, nomeadamente perante as questões mais subjetivas, que têm por objetivo levar a candidato a falar.

“O importante não é tanto o que a pessoa diz, mas como vai falando, interagindo, deixar-nos concluir uma pergunta, uma ideia, fazer uma escuta ativa”, sustenta Zita Cação, frisando que a comunicação “olhos nos olhos é extremamente importante”.

Manifestar-se calmo na entrevista é outro aspeto a ter em conta, afirma a diretora de RH da Ansell-Portugal, que considera fundamental para quem está desempregado “fazer uma viragem para o interior, um foco na autoestima e confiança”.

Na sua opinião, os candidatos “não devem responder” (durante a entrevista) a perguntas sobre a sua vida pessoal e privada, que “não são permitidas” na sua empresa, onde trabalha há quase 25 anos.

 

Nota de Rodapé:
Os formandos agradecem à diretora de RH da Ansell-Portugal, ao CECOA e à formadora Vera Carvalho pela oportunidade que tiveram de enriquecer os seus conhecimentos.





Contacte-nos

Lisboa

213 112 400

Porto

223 392 680

Coimbra

239 851 360